terça-feira, 1 de novembro de 2016

Para você que adora poesias



Ele está lá.

E por mais que se negue, mais perto sempre está. 
Ouço tua voz, sinto o teu calar.
Ouve minha voz, em silêncio pode me escutar.
Seguimos a nós amar.

Eterno e infinito, o amor no ato de amar.
Um dia é quase nada;
com a eternidade a nos esperar.
Eterno buscar, amar.

Nas curvas da existência,
eterna a persistência, nas cores deste amor!
E assim continuamos o mais amável e estranho dos duetos;
O amor eterno.

Caminhas ao meu lado, 
descemos do céu ao inferno, 
a vida nas folhas do caderno!
Assim num bailar eterno.

E ao sentir o minimo lampejo da distância,
Tua alma, na mais pura constância e força se esbara na minha,
Segura-me a mão para que volte ao nosso eterno caminho.
Seguimos sozinhos!


Um grande abraço a todos



Postar um comentário