terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

para você que adora poesias

fonte da imagem google




O cubo de gelo

E no frio gélido da existência;
A morte domina todo o tipo de ausência.
Nas mais puras abstinências;
Onde não há sol que apague as consequências.
Vive a vida da insistência;
Onde o amor é paciência.
Levanta-se os olhos a pedir clemência.
E na mente  sempre haverá condolência.
E se; não se deseja amar ninguém,
Não se vive de aparências!


  Data:
22-10-2005.
Uma excelente semana  a todos!
Um grande abraço!