quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Os contos secretos



O Enigma de Dorian

Ouço-te na calada de meu silêncio, enquanto trovões do tempo devastam a imensidão da vida, teus olhos despem minha metade, encontra-te na minha eternidade. Cavalga montanhas gélidas em todos os seres, é bem verdade; teus olhos, nosso amor sem vaidades! O vento que encobre a minha dura e fria alma, se aquece ao ir de encontro com os teus olhos. Pingos de chuva choram em minha janela! Teu silêncio é a resposta da calmaria que se instala em meu peito! 

O sol em mais um dia se deita sem leito, do eterno o amor é feito. E eternamente ele estará entre a nossa existência. Tuas mãos busca-me na insistência, ao  ter a essência deste sentir, lágrimas por vir, caminhas distante de mim! O corpo se contorce ao ...

Continue a leitura na página de contos , click na guia de páginas acima, ou acesse o link abaixo:
Conto 16.

http://www.lucienerroques.blogspot.com.br/p/contos.html

Um grande abraço a todos!

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Que os homens sejam fortes suficientes para matar suas mulheres de amor, e neste amor morrer; sem ninguém se machucar com isso!

                               


Click na foto acima para visualizar o texto!
 

Diga não a qualquer tipo de agressão!
Racionais usam a razão!
Palavras abstratas mal compreendidas matam pessoas fisica e psiquicamente!
                  É preciso entender as palavras para viver a plenitude delas!
 
Um grande abraço a todos vocês!