domingo, 8 de março de 2015

A carta

Resultado de imagem para amor carta
fonte da imagem google

A Carta


Querida, os olhos que encanta, minha vida! Querida. Amada temida; minha eterna querida. Ser poeta trovador da vida, ficar tonto com teu amor querida. Minha vida, és tu, meu imenso amor ardor desta lida, querida. Viver, compelindo no peito no eterno querer-te. Querida, és tu meu eterno amor em todas as vidas! Querida.

Hoje, antes de barbear, senti que deveria ser ladrão, senti que deveria roubar; roubar a lua para te dar! Vesti minha melhor roupa, peguei as minhas chaves e fui viajar. Andei  por milhas e milhas até na lua chegar. Roubei-a. Olhei sobre a terra e vi teu sorriso a brilhar, roubei para ti a lua; das salas de estar, as noites serão só suas; pois é tua: a lua, que está a iluminar.

Por ti virei meu mundo, a cabeça já é nua. Por ti sou moribundo, perdido em qualquer rua. Amor para te ver feliz, roubei a lua! Vale cada segundo que passo na presença tua, roubei-te dos olhos das ruas que clamam a tua ausência. És minha! Rainha, a mais doce das fontes na inocência deste sentir; onde um homem pode beber todo amor que tem em seu ser sem partir. Ah querida, amada por ser o amor expresso em qualquer vida, querida!

Muito sonho já tive nesta vida, acordei mil vezes querida;  nas mais  difíceis batalhas já vividas, guerrilhei e ganhei-te minha vida! És o ser impecável, capaz de coisas inimagináveis e inspiráveis. Tua doçura incomparável, numa incrível e inacreditável força de ser a mais bela de todas as mulheres. Inspira, o mundo ao teu redor. És a a simplicidade do silêncio no requinte de ser a mais adorada entre todas as mulheres, mesmo assim não te envaideces como as tolas.

Respiraram teu amor, sentem a tua dor, desconhecem o teu coração, não penetram a tua emoção. És a inspiração de todos os que traduzem o amor em qualquer canção. E mesmo sendo musa, não se importa com a solidão e jamais para na multidão. Caminhas na minha direção. É loba que devora os desavisados de coração. A musa forte e guerreira que à muitos ensinou; e não foi receitas caseiras, que fez de ti a mulher amor. Dona de um equilibrou profundo que muitos já invejou. Suspiros eternos já causou.Quem no mundo não lhe amou, amará Anastácia. 

Ah, doçura de mulher, meu esplendor; aquela que me ama e  quer o meu amor. Por ti morro e mato sem o menor pudor; és meu infinito calor, és a essência deste amor! Aquela que desperta desejos e todos os amores em lampejos aos teus pés sempre estão. Aquela que embriaga meus dias na simplicidade da mais nobre conclusão. Ah, amor; és a rosa mais lida da mais verdadeira devoção. Abaixo a minha cabeça em reverência da imensidão de minha admiração. Por ti, este homem aqui, se ajoelha ao chão!. A essência do meu sonho é o teu coração. Por ti, meu mundo em cores, nos mais infinitos sabores da emoção. É teu meu coração!

Nas lutas que travo na sua ausência, a carência de meu ser; ouve, escuta o sussurro da sua voz que chega sem nem mesmo eu perceber. Assim, me ergo para a próxima batalha dentro deste ser. Numa incompreensível  missão que me faz eternamente viver, o eterno amor à você! Querida, és a maior força que um homem já pode ter nesta vida.

Os anos caminham minha doce amada. E aqui, mais um dia estou eu, a lhe cobrir de amor na nova jornada que segue os nossos passos. Nos teus olhos, o meu abraço! Na tua boca, o meu compasso. Eu, o homem dos teus passos. Nosso amor, infinito no espaço. 

Para toda eternidade!

Mendrey III,
A sua outra metade.


Um grande abraço a todos!
Para as mulheres feliz 08 de março.
Postar um comentário