segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

A razão na existência

Imagem do google.

Olhe além do que você pode ver, pois somente a visão da mente humana livra o homem da cegueira da ignorância e da mediocridade.
Luciene Rroques.
2007.

Ps. Desculpem a falta de tempo para responder a todos vocês. Agradeço a todos. Informo que retirarei a opção dos comentários, pois não estou tendo tempo de ler todos para autorizar a publicação, deixei a opção no google+, assim facilita a minha leitura e não perco a comunicação com nenhum de vocês.  Um grande abraço!


A razão na existência

A vida é feita de formas, de sentimentos, de contradições. A raça humana, por não se conhecer profundamente, acaba por se tornar vítima de suas próprias confusões mentais. Vivemos de símbolos, reclusos em metáforas, impregnados por verdades mentirosas.

As formas pelas quais nós sentimos a vida ao nosso redor, são conhecidas como sentimentos. É complexo falar de tais sentimentos, pois estes, vão desde um simples ato de sentir uma "dor de dente"(é um tipo de sentimento palpável e comprovável a "dor"), até mesmo a uma dor imaginaria de um "coração "apaixonado" pseudo-sentimento.

O músculo cardíaco (coração) não doí, não é dotado de receptores para sentir a dor; no entanto, há quem afirme que o sentimento (sentir) vem do coração. Como explicar a "ausência" de neurônios no coração se seria este o mandante de qualquer sentimento "racional humano"? Coração não raciocina, a mente, o cérebro o faz.

O....
Continue a sua leitura na página de: ensaios, na barra acima.
http://www.lucienerroques.blogspot.com.br/p/ensaios.html 

Este texto foi publicado pela primeira vez em 2011.

Um grande abraço a todos!