domingo, 4 de janeiro de 2015

Para você que adora poesias.


Quando escrevo me levo para distante do mundo, pois com uma caneta e um papel nas mãos, você chega bem mais perto da alma dos homens! 

Viva o tempo

Tenho aprendido a amar a lua.
Só amo o impossível.
Olho para as estrelas e sinto o seu calor.
Me enamoro do orvalho que deita sobre as flores.
Não encanta-me o terreno amor.
deslumbro-me na doçura dos dias tristes.
Sinto a dor dos homens que não existem.

Aprendi a amar o tempo.
Tornei-me amante de qualquer humano sentimento.
Eternizei - me em meus mais fieis pensamentos.
Lanço ao ar movimentos, olhos de lamentos me vêem.
Em ti o eterno momento.
A fidelização de um sentimento.
Viva o tempo.


Um grande abraço a todos!
Postar um comentário