terça-feira, 9 de setembro de 2014

Direção Humana




Direção humana

Quando um homem guia os seus próprios passos, deve preferir passar por vendavais, ou nunca entenderá o melhor dos caminhos, pois tudo é dois. Aquele que não souber entender a vida dentro de sua própria simplicidade interior; não poderá ver a complexidade do Ser Humano, torna-se-a cego, e não poderá lutar a seu favor; nem contra aqueles que lutam contra si mesmos, na inocência e sem notar acham que estão a atacar o outro. Somente possuem uma direção, os homens capazes de vestir-se de suas almas; e nunca temer a sua própria sombra, ou a sua luz. A vida e simples. E nela conduz. Embala os sonhos. O homem que sempre produz.
 
 
Não terá jamais nenhum objetivo verdadeiro e eterno ao alcance de sua mira, o homem que se vale de violências, prepotências e mentiras sutis, irônicas simplistas e tão bem vistas. Com o passar dos anos se tornará um ser humano amargo, dotado de fadigas mentais as quais o transformarão em alguém que julgue todos os atos alheios; mas nunca os teus próprios. Assim, nasce os homens injustos e doentes sociais. Num expressar enfadonho. Homens primitivos enraizados no instinto animal são sempre iguais. Destroem-se enquanto dormem; em seus próprios olhos sempre jaz. Um ser humano bem instruído sabe que silêncio nunca é demais; pois apenas a irracionalidade faz barulhos banais! Pobres são os homens que querem que todos lhes sejam iguais; não aceitam os outros e lhes julgam por demais. Inútil é acreditar ser superior aos iguais! Os homens que se respeitam; não apenas sobrevivem, mas vivem muito mais!
 
Aqueles que se acham superiores, se destroem com palavras que ficam guardadas apenas dentro deles mesmos; pois a pior irônia do pensamento humano é acreditar que uma única flecha atinge duas direções; porém uma flexa com direção pode atingir o centro de um grande tabuleiro onde existe várias camadas, mas o alvo é apenas o centro, onde a flexa completa a realização de uma longa tragetoria em que corta o vento e repousa no alvo. A vida é um todo; o dia completa a noite; a sombra se apaga na luz. E o homem sábio sempre se conduz. Seduz a eternidade diante dos olhos que não buscam apenas as vaidades e se esquecem de suas proprias verdades. Realidades. Seres humanos repletos de humanidade. Assim, se constrói uma verdadeira sociedade que ultrapassa os limites da razão dentro da direção de um Ser que prefira sempre ser racional, ser; um Ser Humano!
 
 
Um grande abraço!
Postar um comentário