segunda-feira, 4 de agosto de 2014

O CAMINHO







                                            O Caminhar do homem simples



Somente um ser humano que se ache inquieto é capaz de entender a perfeição das coisas mais simples; pois aquele que procure por algo todos os dias, acaba por se encontar eternamente nas maiores belezas da vida. Se encontrará  diante da simplicidade de tudo que para muitos, há de  parecer pequeno demais ou até mesmo invissível , como por exemplo o ato de respirar. Valores da vida. Quem pode mensurar. Pessoas perdidas. Sem nada amar. Humanamente confundidas do nada restar. Valorizar. 
 
É com o tempo que não mais lhe passará desapercebido o enorme valor dos menores valores que se tem nesta  vida! Respirar é automático ( em condições de saúde perfeita) não há valor monetário para a respiração natural, parece algo inexistente de tão imperceptível sua autonomia. Geralmente nem se nota a existência de tão pequena e ao mesmo tempo fundamental, indispensável função do próprio corpo. Homens sem valores. Por si só já estão morto. A vida é tão pequena. E há tanto caminho torto. Os sonhos é apenas; à aqueles que não vivem morto!


Uma semana feliz a todos!

Um grande abraço!
Postar um comentário