quarta-feira, 28 de maio de 2014

Desrespeito desumano

Imagem do google



O desrespeito faz mal, para quem pratica, a longo prazo claro; pois no desrespeito com aquele que souber trabalhar as suas piores desvantagens, fara mal ao desrespeitador, que não aprendendo a respeitar se verá respeitado. Respeitar os outros não é fácil. Respeitar o espaço alheio é mais difícil ainda. Que importa se vinda, ou finda; quem se importa com os outros, ou consigo próprio ainda? Aos homens que se impõem em si mesmos morem definham em suas berlindas. O respeito humano é prática diária e conhecer o desrespeito é lapidar-se do pior que existe nos outros.
 
E o não respeitar é vicio de bicho humano que vive a se melhor julgar que os outros que lhe julgam. Não é calvário, nem covardia, é entender a si mesmo na própria sabedoria, entender as clarezas e escuridões de suas próprias melodias. Doença brava que se espalha é a cólera dos homens que se equilibram em finas navalhas!
 
Respeitar é trilhar caminhos; se na solidão de um passarinho,  não houver o respeito de todo o seu ninho; venceu o passarinho! Mas apenas quando ele bate asas e voa livre. Não há lições que a vida não ensine aos mais sabidos homens. Um homem prudente não define simplesmente o que ele acha que é o respeito. É preciso dosar a certeza de incertezas para encontrar o verdadeiro humano que sabe respeitar os direitos e até mesmo praticar o respeito que se elabora no desrespeito. O desrespeito é pratica de pessoas desumanizadas; porém é necessario para se entender o que é respeitar, e só assim se humanizar, se avaliar.
 
 
 
Ps: Desculpem minha falta de tempo.
 
 
Muito obrigada pela sua presença.
Agradecer é um privilégio;
 e não uma obrigação.
Um grande abraço a todos.
 

Postar um comentário